Scrum Cards Open-Source Style

Conheci o Scrum aqui no INdT, e tendo sido adotado recentemente a maioria do pessoal ainda está aprendendo. Uma das técnicas do Scrum que chama atenção é a do planning poker, usada para estimar o esforço de uma estória (ou feature, mas estória dá uma idéia melhor). Nos explicaram que o esforço necessário para realizar a tarefa é para ser visualizado como tamanho, não como tempo. Mas era comum nos planejamentos sair frases como “quanto tempo vai levar?”, “acho que fazemos isso numa tarde”, e “não, não, nada de pensar em tempo”. Pra ajudar a me reeducar passei a imaginar que as tarefas eram grandes como elefantes ou pequenas como ratos. Daí pra ficar legal mesmo fiz um baralho de planejamento com imagens de bichos de tamanhos diferentes. Ao contrário dos chatos softwares proprietários quase todo projeto opensource ou de software livre tem um mascote simpático. Daí usei esse zoológico pra construir meu baralho.

verso das cartas

A pena é do projeto Apache, que certamente requer um esforço maior e vale mais que 1/2. É isso aí Coxa, estou falando com você. Ele disse “você tá louco?! O Apache 1/2!?”. A idéia é visualizar tamanho, e a pena é o mais leve da lista.
Verdade que nem todas as figuras são de projetos de código aberto. O clipe você deve conhecer e odiar de um softwarezinho proprietário aí. E esse clipe não vale nada, por isso é o zero. O outro personagem é a coruja retardada da interrogação. Essa coruja ficou famosa por causa deste poster motivacional:

Ela é incrível e somos todos grandes fãs aqui no INdT. Não há ninguém melhor pra ilustrar a carta “não faço a menor idéia do esforço disso”.

Agora alguns dados técnicos e a chatice legal. Fiz o baralho com o Inkscape e a fonte usada foi a Purisa (parte do pacote ttf-thai-tlwg no Debian/Ubuntu). A licença pro baralho é a Creative Commons Atribuição-Uso Não-Comercial.

As licenças de cada uma das imagens podem ser encontradas em seus respectivos sites. Duvido muito que você queira checar, mas vou colocar os links pros projetos (ou entradas na Wikipedia) assim mesmo.

Como a maioria dos posters motivacionais a coruja retardada é domínio público. Assim espero.

Não deu pra descobrir qual a licença do clipe idiota, mas se alguém reclamar deixo só os olhos dele e mando os membros pra sua família em Redmond.

Anúncios

A Filha da AK-47

Chega um momento que mesmo uma AK-47 tem de ir pro Cemitério dos Dragões. Mesmo canibalizando peças (valeu Etrunko!) minha fiel arma estava capengando, meio surda e mais pra lá do que pra cá.

Mas eis que descubro que existe um upgrade! Nokia 1208! Minha primeira dúvida: teria sido um upgrade afrescalhante? Não senhor, tá tudo lá: teclado de película, mostra hora e data quando em repouso, e a imprescindível lanterna! Essa ainda mais potente e focada; na verdade se focar mais um pouco vira um raio laser.

A filha da AK47Menor, mais leve e vestida de Batman!

O dandrader protestou logo que a tela era colorida, e tal e coisa, mas não se deixe enganar, ainda é um aparelho espartano. Pelo menos a primeira queda foi um sucesso.

A AK-47 dos Celulares

Se Kalashnikov tivesse um celular seria esse:

Best Celular Ever
Aliás, já dizia o mestre Mikhail:
“All that is good is simple and all that is simple is good.”

Você imagina guerrilheiros vietnamitas andando com um iPhone afrescalhado pela selva? Imagina Che vibrando com multitouch ao som de disparos no meio do mato? Não! Eles teriam um Nokia desses que tá na foto e que nem o modelo eu lembro, mas confio assim mesmo.

iPhone é coisa de mulherzinha.