Interlude

Certa vez Siouxsie Sioux e Morrissey fizeram um dueto e o resultado foi uma das melhores coisas que seus ouvidos podiam querer experimentar. E fica mais raro ainda porque isso jamais acontecerá novamente: os dois se odiaram.

A música:

Siouxsie:
“Time, is like a dream,
Now, for a time,
you are mine.
Let’s hold fast,
to the dream,
that tastes and sparkles like wine.”

Morrissey:
“who-who knows if it’s real,
or just something we’re both…”

Dueto:
“… dreaming of.
What seems like an interlude now,”

Siouxsie:
“Could be the beginning of love.”

(…)

Morrisey & Siouxsie, Interlude

Escolas São Prisões

Quando passei para terceira série, meus pais me tiraram da pequena e simpática escola particular onde tinha estudado até então, e me matricularam numa escola pública municipal, onde viria a aprender as mais importantes lições da minha vida. Muito melhor que preparo pro vestibular, não acha?A primeira e maior delas foi na aula de matemática. Tinha um aluno, que não lembro o nome, mas lembro que não era muito inteligente, sempre se enrolava quando era chamado pra resolver alguma questão, talvez fosse só nervosismo. Um dia a professora colocou uma conta de subtrair no quadro e chamou o fulano. Ele ficou olhando nervoso pra conta, estava completamente tenso e não mexia um dedo.

A professora em questão, tinha uma imutável cara de raiva. Quero dizer, mudava sim, mas só a intensidade, indo de insatisfação pra ódio. Num dado momento ela cansou de esperar o resultado sair da cabeça do cara e usou a técnica número um do livro de crueldades do professor: chamar outra pessoa pra resolver alguma coisa do lado do aluno empancado, tornando seu ego em migalhas; declarando com esse ritual o retardamento da vítima para toda classe. E dessa vez o executor escolhido fui eu.

Depois de resolver uma conta similar do lado dele, fiquei lá olhando pro fulano, a cara raivosa da professora como pano de fundo. Eu lembro muito bem dos olhos arregalados que não saiam do quadro, era como se ele estivesse vendo um buraco negro. A professora cansou de esperar e cobrou uma resposta. Ele levantou a mão trêmula e colocou a resposta errada. A raiva da professora virou ódio, então ela agarrou os cabelos dele e usou sua cara como apagador. Eu assistia aquilo tudo hipnotizado, mais próximo que qualquer outro. Então fomos dispensados, eu pra ficar sentado pensando e o cara pra abaixar a cabeça e chorar no lugar dele.

Nunca esqueci a lição: não deixe que os professores/autoridades te peguem, avaliações são perigosas. Aprenderia outras ao longo dos anos. Em retrospectiva, não me admira eu ter fugido da escola no primeiro ano do segundo grau.

“Those 13 years in prison
Didn’t teach me how to love
They say they have their reasons
All coming from above
You can forget the seasons inside your factory
There’s one thing they can’t teach you is how to feel free
And stand alone in a beautiful world
We have to respond…
Schools are prisons
Forget the seasons
Schools are prisons”

Sex Pistols, Schools Are Prisons

Extremos

Mãe, pai, não estou me drogando enquanto sou chicoteado por uma menina vestida de couro, como vocês podem pensar por causa dos dois últimos posts. A coisa mais forte que tomei de forma recreativa foi xarope Vicky do preto (não fazem mais :/ ) e o mais forte que uma mulher me machucou (fisicamente) foi numa mordida sem querer.

“Venus in Furs” e “Heroin” representam as características humanas de se apegar ao que causa sofrimento como se fosse algo muito bom, e (minha preferida) ser capaz de ir à extremos.

Um Perfect Day para todos.

Heroin

“I wish that I was born a thousand years ago
I wish that I’d sailed the darkened seas
On a great big clipper ship
Going from this land here to that
On a sailor’s suit and cap

Away from the big city
Where a man cannot be free
Of all the evils of this town
And of himself and those around
Oh, and I guess that I just don’t know
Oh, and I guess that I just don’t know”

Lou Reed, Heroin

Dica: Escutando a Nova Brasil FM no Banshee

Sim, Lauro, eu simplesmente copiei e colei o título do teu post com uma alteraçãozinha. :P

Fiquei curioso e fiz eu mesmo:

abri o Banshee e fui no menu Músic->Abrir Localização… daí colei o link de stream (mms://rd1.redeupx.net/357sp) da Nova Brasil FM*, então cliquei em Abrir e já tava tocando. Muito melhor que aquelas porcarias de WebRadios que quase sempre usam cAptiveX.

* O cara que dirigia o carro do serviço de campo de uma terceirizada de telefonia onde estagiei pelo CEFET ouvia muito essa rádio. E isso era uma das duas coisas boas sobre o trabalho maldito e miserável que me fazia querer ficar doente pra não ir pra ele. A outra coisa boa foi eu ter decidido largar tudo e estudar pro vestibular de Eng. da Computação da UFPE.

Moral da história: há males que vem para o bem. \o/

Moral 2 da história: não trabalhe numa terceirizada de telefonia, esses caras tiram leite de pedra e sangue de estagiários. :(