Onde Está Minha Mente

Numa das intermináveis discussões sobre o que existe e o que não existe no universo, Luciano, um auto-reputado ateu ortodoxo, e eu discutíamos sobrevivência da mente após a morte do corpo.

No primeiro ponto de vista a mente é uma função do corpo e morre com ele. Sendo uma função do corpo está sob todas as leis físicas do universo e sendo assim, se tivermos dados sobre o estado inicial do cérebro e conhecermos todas as regras, podemos calcular o pensamento que vai estar passando pela cabeça que contém o tal cérebro. Com mais dados e mais regras podemos fazer isso com qualquer cérebro, com sociedades inteiras, civilizações. Enfim, isso significa que sua opinião sobre este post e o próprio post são totalmente previsíveis, então nem se dê ao trabalho de escrevê-la… se bem que eu me dei o trabalho de escrever esse post, então não tenho moral pra falar nada.

No ponto de vista número dois a mente pode existir sem o corpo. Nesse caso uma coisa externa a um sistema físico dá ordens à esse sistema. A mente pensa algo, comandos são enviados ao corpo via sistema nervoso e temos algo que poderia ser considerado telecinese.

Onde está a mente?

O Rapaz Sem Cérebro

O pediatra e pesquisador John Lorber, da Universidade de Shefield, ao submeter um rapaz à tomografia computadorizada descobriu que ele tinha 1 milímetro de tecido cerebral pesando 50 a 150 gramas, em lugar dos 4,5 centímetros e 1,5 kg habituais. Era um caso de hidrocefalia – e o que faltava de seu cérebro estava preenchido com líquido cefalorraquidiano, que normalmente funciona como um “amortecedor”. A cabeça dele era um aquário de pensamentos.

E agora que você já começou a pensar sobre a capacidade intelectual do sujeito, saiba que ele tem um QI de 126, se graduou com honras em matemática, e possui uma vida social regular.

Esse tipo de fato complica ainda mais a pergunta “onde está a mente?”, mas se me perguntare vou preferir ser uma mente telecinética do que um marionete de um universo mecanicista sem propósito. E pra acabar com música, fecho com Pixies (na versão do Placebo pro filme Clube da Luta):

“With your feet in the air and your head on the ground
Try this trick and spin it, yeah
Your head will collapse
But there’s nothing in it
And you’ll ask yourself

Where is my mind
Where is my mind
Where is my mind”

Refs:

3 pensamentos sobre “Onde Está Minha Mente

  1. Marcelo, além dessas referências, existe algum artigo publicado sobre isso q possa ser visto na itnernet? É q eu realmente achei isso mt interessante. Eu procurei rapidinho, mas n m aprofundei mt pq to meio sem vida ultimamente… normal… hehehehe

    vlw…

  2. Também não pude me aprofundar mais que isso, mas se você quer uma dica procure por John Lorber, ele pesquisa hidrocefaléia se não me engano faz mais de 10 anos, e é um cara bem sério. Certamente deve ter algo escrito por ele na internet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s